:Em retorno após suspensão, Werdum perde para Oleinik por decisão dividida no UFC 249

Em retorno após suspensão, Werdum perde para Oleinik por decisão dividida no UFC 249 - TV Na Rua CornelioDigital Em retorno após suspensão, Werdum perde para Oleinik por decisão dividida no UFC 249 - TVNaRua Cornelio Digital - Notícias, Eventos e Entretenimento
Em retorno após suspensão, Werdum perde para Oleinik por decisão dividida no UFC 249

Brasileiro sofre com falta de ritmo no primeiro assalto, cresce na luta, mas sai com segundo revés seguido

Foram dois anos e dois meses sem entrar no octógono por conta de uma suspensão por doping, e o tempo ausente parece ter afetado Fabrício Werdum, especialmente no primeiro assalto. Neste sábado, no card preliminar do UFC 249, o brasileiro perdeu para Alexey Oleinik por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28), pelo peso-pesado (até 120kg). Depois de ser dominado nos primeiros cinco minutos, o Vai Cavalo equilibrou as ações no segundo round e foi superior no último, mas não foi o suficiente para convencer os juízes laterais.

Oleinik começou mais ativo, jogando golpes em sequência, e conectou alguns deles no rosto do brasileiro. Sem medo de ir para o solo, o russo ensaiou ir para a queda, mas Werdum escapou da pegada. Oleinik passou a atacar com uppercuts por dentro da guarda do Vai Cavalo, que clinchou para tentar conter a pressão do rival. Os golpes do russo entravam de forma cada vez mais limpa, e Oleinik buscou a transição para as costas, mas Werdum se defendeu. O panorama não mudava. Oleinik seguia acertando muitos golpes no rosto do brasileiro e, nos segundos finais, conseguiu agarrar as costas do rival, mas não teve tempo para aplicar a queda.

Werdum tentou uma guilhotina em pé no começo do round, mas não conseguiu o ajuste necessário. Oleinik atacou novamente com sequência de socos, mas o brasileiro, clinchou e acertou boas joelhadas. Um chute alto entrou na cabeça do rival. Aos poucos, o russo cansava, e Werdum crescia. Com pouco mais de dois minutos para o fim do assalto, Werdum conseguiu a queda e, no solo, evoluiu com calma as posições até chegar nas costas, mas Oleinik conseguiu escapar e voltar a ficar em pé. O russo voltou a jogar muitos golpes e, de novo, foi para as costas nos segundos finais, sem muito tempo para trabalhar.

Logo no início do terceiro assalto, Werdum conseguiu a queda e foi para as costas. Ao tentar a transição para a chave de braço, terminou com Oleinik dentro de sua guarda. O russo jogava golpes curtos, sem contundência, enquanto o Vai Cavalo esperou o momento certo para atacar na kimura. Quando deu o bote, Oleinik defendeu a finalização, mas foi raspado. O brasileiro transitou para as costas, buscou a chave de braço de novo, mudou para a montada e insistiu na chave de braço, mas perdeu a posição, e o confronto voltou a ser disputado em pé. Oleinik atacou com seus socos, mas o cansaço dos dois atletas já era nítido. Werdum ainda conseguiu uma queda com cerca de 30 segundos para acabar. Ainda houve tempo para uma guilhotina, mas o cronômetro zerou antes que a finalização viesse.

Com a vitória de Oleinik, o russo alcançou o segundo resultado positivo seguido, enquanto Werdum perdeu a segunda consecutiva.

Pettis impõe quarta derrota seguida a Cerrone

Anthony Pettis solta um chute na linha de cintura de Donald Cerrone — Foto: Getty Images

Na última luta do card preliminar, Anthony Pettis venceu Donald Cerrone por decisão unânime (triplo 29-28), pelo peso-leve (até 70kg). Em um confronto equilibrado, com último round empolgante, o Showtime saiu com a vitória e fez o Cowboy sofrer seu quarto resultado negativo seguido. A vitória fez Pettis encerrar uma sequência de duas derrotas.

UFC 249
9 de maio de 2020, em Jacksonville (EUA)
CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):
Peso-leve: Tony Ferguson x Justin Gaethje
Peso-galo: Henry Cejudo x Dominick Cruz
Peso-pesado: Francis Ngannou x Jairzinho Rozenstruik
Calvin Kattar venceu Jeremy Stephens por nocaute aos 2m42s do R2
Greg Hardy venceu Yorgan de Castro por decisão unânime (triplo 30-27)
CARD PRELIMINAR (20h, horário de Brasília):
Anthony Pettis venceu Donald Cerrone por decisão unânime (triplo 29-28)
Alexey Oleinik venceu Fabrício Werdum por decisão dividida (28-29, 29-28 e 29-28)
Carla Esparza venceu Michelle Waterson por decisão dividida (27-30, 29-28 e 30-27)
Vicente Luque venceu Niko Price por nocaute técnico (interrupção médica) aos 3m37s do R3
Bryce Mitchell venceu Charles Rosa por decisão unânime (30-25, 30-25 e 30-24)
Ryan Spann venceu Sam Alvey por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)

Visualizações 179
Fonte: Combate
Por: Redação
Data: 10/05/2020 03h41min

« anteriorpróximo »
Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014